O medo e seus aspectos positivos

o lado positivo do medo

O medo é uma faculdade inata que nós seres humanos compartilhamos com todos os animais para perceber ameaças. O medo também nos permite perceber nossa própria fragilidade e a vulnerabilidade que atingem a nossa segurança e nos atrapalham a nos desenvolver.

Apesar de toda essa função do medo, ele não é uma emoção considerada boa pela sociedade. Os meninos foram ensinados desde crianças a não mostrar medo, porque isso “não é coisa de homem”. (Também associando vulnerabilidade e medo com algo exclusivamente feminino). Na adolescência, você deve mostrar que não tem medo de fazer brincadeiras ou cometer atos violentos.

Dessa forma, a cultura do “não se deve ter medo” foi introduzida em nossas vidas. Homens e mulheres adultos são instigados a sempre assumir riscos não mostrando nunca sua vulnerabilidade, disfarçando e​ ​silenciando​ ​sempre​ ​seus​ ​medos.

No entanto, não devemos ver o medo apenas como algo ruim, além de nos proteger o medo também pode ser muito bom…

O​ ​medo​ ​desperta!

Não é segredo que, quando temos medo, todos os sentidos são ativados e então ficamos bastante alertas. Imagine que você tenha uma apresentação importante e que você deseja se apresentar da melhor maneira possível. Então você começa a ter medo… Se você não sabe usar esse medo você pode ficar paralisado, mas se você o controla e o aproveita você se mantém ativo e pode estar mais atento a todos os estímulos daquele ambiente.

Faz​ ​com​ ​que​ ​você​ ​tenha​ ​estratégias​ ​melhores
Quando enfrentamos situações que nos levam para fora da zona de conforto, e, portanto, nos assustam, acabamos montando estratégias de forma mais rápida para resolver determinada situação. Isso pode ser muito útil para tomar solucionar diversas questões em nossa vida. Afinal o medo faz com que fiquemos mais​ ​inteligentes.

O​ ​lado​ ​ruim​ ​do​ ​medo

Então, saiba aproveitar o medo da melhor forma. Não deixe que o medo bloqueie seu talento ou diminua seus sonhos e o faça permanecer impassível. Assim, você pode acabar nunca tentando nada de novo, se mantendo na rotina e deixando de avançar perante seus objetivos.

Marcados com a tag:

Leave a Reply

Your email address will not be published.